Feliz e Próspero Ano Novo



12370744
conexão com o criador

                                                                                                                                

"Que Seja Abençoado ANO NOVO"


ANO NOVO:

 O novo ano é como uma água fresca e pura e, se quiserdes que ela mantenha a sua frescura e a sua pureza, deveis preocupar-vos com o estado dos recipientes nos quais ides recebê-la. Não é o que fazeis todos os dias na vossa cozinha? Quando é colocada água limpa numa panela, primeiro é verificado o estado em que está essa panela e, se ela estiver suja, procura-se limpá-la. Pois bem, quando se trata de receber nos recipientes que são a vossa alma, a vossa cabeça, o vosso coração, as águas puras do novo ano, deveis aplicar as mesmas regras que na vossa cozinha, ou seja, empreender um trabalho de limpeza interior.

Como é que o ano novo pode ser realmente novo se os humanos que o acolhem continuam a estagnar nos mesmos pensamentos, nos mesmos sentimentos, nos mesmos hábitos deploráveis?
OMRAAM MIKHAEL AIVANHOV - 

MEU MAIOR DESEJO NESTE ANO NOVO:

Neste Ano Novo, meu maior desejo e minhas preces são para que você abandone os maus hábitos de pensar e agir. Não os carregue para o Ano Novo. Você não precisa levá-los consigo. A qualquer momento você poderá ter que largar o seu invólucro carnal e esses hábitos desaparecerão. Tampouco eles lhe pertencem agora. Não os aceite! Deixe para trás todos os pensamentos inúteis, tristezas passadas e maus hábitos. Comece a vida neste Ano Novo de uma nova maneira!

Fonte: Diário Espiritual.

PARAMAHANSA YOGANANDA -
FELIZ ANO ANO:


Eu te desejo um feliz e próspero Ano Novo!!!

Necessitam-se trezentos e sessenta e cinco dias de mudanças para produzir o ano novo.

Contudo as circunstâncias desta vida mudam no bater de cada segundo.
A única coisa que é constante e verdadeira está guardada dentro do coração.
Saboreie não as mudanças, mas a graça e os presentes que são constantemente despejados sobre nós. Assim, se fazem gratas tanto a nossa perspectiva quanto o resultado desta vida.
As coisas nesta vida podem ser ambíguas, mas a vida em si não é ambígua nunca.
Tenha afeição para o inalterável, assim todas as mudanças serão sem importância.
É fácil desejar alegria na vida, no entanto o mais difícil é reproduzi-la.
Cada um de nós tem que se voltar para dentro e encontrar a verdadeira alegria, a verdadeira consistência e o presente real que sempre residiu e residirá dentro de nós.
Reconheça a graça e a bondade que têm sido derramadas com tanta abundância sobre ti.
Isso, em si mesmo, tem o poder de trazer primavera ao mais árido dos desertos.
Com amor e bênçãos,
Prem Rawat.



Quem anda com fé e confia, no fim sempre alcança.
  Necessitamos lembrar a sabedoria do rei Salomão
 que nos deixou essa preciosa mensagem: 
"Todas as coisas têm seu tempo debaixo dos céus."



CADA ANO NOVO É UM PEDAÇO DE CHÃO: Senhor dos meus dias, dos meus anos, me deste muito tempo. Parte deste tempo já passou e ainda está na minha frente. O tempo era meu e era teu, eu o recebi de ti. Te agradeço por cada momento, por cada manhã em que posso despertar. Não te peço, para dar-me mais tempo. Mas te peço por muita sobriedade de preencher bem cada hora. Eu te peço, que um pouco deste tempo seja livre de compromissos e obrigações, para usá-lo no silêncio, um pouco brincando, e um pouco para os outros aqueles nas margens da vida que de mim precisam como consolador. Te peço que eu capriche para não matar o meu tempo, não desgastá-lo, nem estragá-lo. Cada ano novo é um pedaço de chão quero abrir este chão, jogar amor nesta terra nova, pelos meus pensamentos e conversas para que possam nascer frutos. Abençoa-me , Senhor neste novo ano.
Jörg Zink.
Meu Deus, eu te peço durante a passagem dos anos
Mais compreensão, mais amor entre os seres humanos
Que haja em cada coração, mais harmonia e união
Pra gente poder merecer, seu olhar soberano.
Meu Deus, ensina aos homens de boa vontade
Formar a corrente num elo de fraternidade
Pra gente poder enxergar sua luz 
Não vê mais seu filho pregado na cruz 
E ver nosso mundo repleto de felicidade.
Vamos todos fazer nosso sonho se realizar
Ninguém deve passar pela vida sem acontecer
O sol nasce pra todos, ninguém vai ficar sem brilhar
É por essas e outras que a gente tem que agradecer.
Obrigado por sua presença em nosso caminho
Já sabemos que a vida não morre, que nada é em vão
Nós já temos certeza, de que não estamos sozinhos
Obrigado por ter-nos guardado em seu coração.
Meu Deus, nós queremos o mundo sem violência
Põe na cabeça dos homens mais consciência
Que haja mais respeito pela vida e paz no coração
Meu Deus, ilumina o caminho da nossa existência.
Meu Deus, segura bem forte nas mãos das crianças
São elas a voz do futuro, a nossa esperança
A gente acredita num mundo melhor
Com sua presença a nossa volta
Resultado de imagem para adeus ano velho feliz ano novo

8888

                                97513181
                              para iluminar 

Eterno Natal






ESPÍRITO DE NATAL:
 Possa o espírito de Natal que você está sentindo não terminar; que ele continue e esteja com você cada noite, quando meditar. E então, no silêncio da sua própria mente, a Consciência Crística virá. Se nós seguirmos o espírito de Jesus, seguramente experimentaremos cada dia a Sua presença dentro de nós.

O nascimento daquele que reconhecemos homem perfeito não é um acontecimento exclusivamente histórico, mas espiritual. A luz da aurora que aparece de manhã não é a da aurora daquele dia, mas da aurora eterna. De despertar em despertar, ele manifesta a luz sem princípio. Os astrônomos sabem que a luz das estrelas que chega hoje aos nossos olhos começou sua viagem muito tempo antes. Assim a idade daquele que anuncia a verdade estava já dentro da eternidade. Nós a vemos num dado momento, mas sabemos que não está limitada a tempo algum.
 O natal é um dia de reflexão, um dia para nos tornarmos todos humildes.
 Cristo salvou não somente muitas pessoas na terra, mas também salvou o homem da indiferença do homem. 
Um dia um viajor das moradas imortais veio trazer palavras de um país imortal. E nós também, recordando aquelas palavras, podemos ver descer a luz imortal sobre as sombras negras da morte. Posto o sol na noite, o insensato pode pensar que a luz se apagou, que a criação foi destruída. Se, no mesmo momento, nós olharmos para o céu, veremos que, não obstante tenha se encondido o sol, no céu continuam a brilhar as moradas dos astros terminada a audiência do grande rei, aparece entoado o canto da luz em uma outra audiência.
Também para nós chegou o convite para cantar aquele canto que podemos sentir no abraço da grande luz.
Não perdemos o fio de união inseparável que existe entre a vida e a morte. O grande homem que, com sua vida, deu a conhecer as moradas eternas, com sua morte subiu novamente aos céus cheios de nova vida para não mais morrer. Em sua morte nós podemos reconhecer com clareza a verdade maior.
 Rabindranath Tagore
Fonte: Livro: O Cristo  

POR QUE NÃO LHE DEI TUDO? 

Eu mendigava de porta em porta, pelo caminho da aldeia, quando um carro de ouro surgiu à distância e parecia um sonho esplêndido. 

Perguntei a mim mesmo quem seria esse Rei de todos os reis. Minhas esperanças subiram ao céu. 
Eu pensava: terminaram os meus dias nefastos. E tive esperança de esmolas espontâneas e de riquezas soltas na areia. 
O carro parou onde eu estava. Ele me olhou e disse sorrindo. 
Eu senti que afinal chegara o dia da minha felicidade. 
E de repente estendeu-me a mão direita, perguntando: "Que tens para mim?" 
Ah, teu gesto real de estender a mão direita a um mendigo! Confuso, perplexo, meti a mão na sacola e, devagar, retirei um pequeno grão de trigo, que lhe ofereci. 
Mas, à tardinha, foi enorme a minha surpresa. Esvaziando a minha sacola, vi um grão de ouro entre os de trigo. 
Chorei lágrimas amargas e lamentando-me dizia: "Por que não lhe dei tudo"?
 Rabindranath Tagore




O VERDADEIRO SIGNIFICADO DO NATAL: 
O natal é o nascimento do Senhor Jesus, o Cristo Salvador, O Yogui do Oriente. Ele nasceu em um estábulo em Belém, de Maria e José, o carpinteiro da vila. Maria e José fizeram do estábulo um lar para Cristo, o Rei, o Príncipe da Paz. O nascimento de Jesus é celebrado em todo o mundo como o sagrado Natal. 
O Senhor Jesus foi uma personificação da misericórdia, amor e humildade. Ele era um apóstolo da não-violência e paz. Seu corpo foi crucificado, mas sua voz vêm falando através dos séculos. 
A mensagem do Natal é a mensagem do amor universal. É a mensagem da inexplicável divina glória e esplendor. A mensagem do Natal é a mensagem de paz e boa-vontade entre as todas as nações. 
Natal é mais do que um dia de júbilo e festividades. O Natal é um dia para realizar a Consciência Crística ou Consciência Cósmica. É um dia para lembrarmos os atos nobres do Senhor Jesus e sua vida sagrada de prístina natureza. O Natal vem e vai, mas que o espírito Natalino esteja sempre com todos vocês. 
As festividades não são o Natal de forma alguma. O Natal não consiste em tocar sinos e cantar canções, trocar presentes, enviar cartões natalinos e saborear ricas refeições, jantares pesados e comer bolos. Natal é um estado de despertar espiritual. Realizar o Reino dos Céus dentro de você, estar em comunhão com o Senhor nas câmaras do seu coração, reconquistar sua divindade perdida, atingir a Consciência Crística ou Consciência Cósmica, amar a todos, incluir a todos no quente abraço do seu Amor, este é o verdadeiro Natal. 
Realize o espírito de Cristo. Caminhe nas pegadas de Cristo. Mergulhe fundo no coração de Jesus. Sempre busque expressar, em sua vida diária, amor, alegra e paz. Embriague-se da mensagem de amor e sacrifício de Cristo. Manifeste o Cristo oculto dentro de você. Siga o Sermão da Montanha. Alcance a consciência de Deus. Viva no espírito dos ensinamentos de Jesus. Aniquile esta pequena personalidade arrogante e derreta-se em Cristo ou a Alma Universal. Este é o verdadeiro Natal. 
Todos desejam entrar no Reino de Deus. Mas quantos de vocês possuem o real espírito de Cristo? Quantos de vocês são verdadeiros Cristãos? Quantos de vocês seguem os ensinamentos, preceitos e doutrinas de Cristo. Quantos de vocês amam seu próximo como a ti mesmo? Aqueles que são dotados de pureza no coração, humildade, amor universal, generosidade e nobreza – somente estes podem atingir o reino de Deus ou a suprema paz e imortalidade.
SWAMI SIVANANDA - Educador, iogue, escritor, médico e filósofo hindu - 1887-1963. 


E Conforme Jesus ensinou, 



















"o maior homem é aquele que se considera o menor". O verdadeiro líder é aquele que primeiramente aprendeu a obedecer aos outros, aquele que quer ser o servo de todos, aquele que nunca se coloca num pedestal. Aqueles que querem ser enaltecidos, não merecem a nossa admiração, mas aqueles que nos servem têm direito ao nosso amor. Não é Deus o servo de todos os seus filhos e, no entanto, pede Ele louvores? Não! Ele é grande demais para ser tocado por isto.  
O mais sábio é aquele que busca a Deus. O mais bem-sucedido é aquele que O encontrou.
Se você não convida Deus para ser seu hóspede no verão, ele não virá no inverno de sua vida.
Tudo o que partir de você voltará a você. Odeie e receberá ódio em troca. Quando se deixa invadir por emoções e pensamentos desarmoniosos, você está se destruindo. Por que odiar ou ter raiva de alguém? Ame seus inimigos. Por que arder no calor da ira? Se ficar com raiva, trate de superar esse estado imediatamente. Saia para uma caminhada, conte até dez ou quinze, ou desvie a mente para algo agradável. Abandone o desejo de represália. Quando você se encoleriza, o cérebro se superaquece, o coração tem problemas com as válvulas, todo o seu corpo se desvitaliza. Irradie paz e bondade, pois essa é a sua verdadeira natureza. Então ninguém poderá perturbá-lo.
Se você vai ao médico e obtém dele uma receita, mas ao regressar a casa você a rasga, e deita fora, como espera melhorar? O guru é o seu "médico espiritual". Não é suficiente apenas "ter" um guru. Você precisa fazer o que ele lhe indica. Se você seguir a receita que ele lhe entregar , mesmo que seja somente um pouco, a sua vida será transformada. Todos os que praticarem o que aprenderam aqui, passarão pelos portais da morte para o reino radiante da luz. No entanto, não espere chegar lá se você apenas depender passivamente do guru, como um paciente supersticioso, que pode emoldurar a receita e pendurá-la na parede, esperando que o próprio escrito o deixe em boas mãos! Nem pense em chegar lá meramente por "persistir arduamente" no final da sua vida!
Postado por Lúcio 

NO PLANO DE ETERNO NATAL: 
Erga os olhos e concentre-se internamente. Veja a estrela astral da sabedoria divina e permita que os seus sábios pensamentos sigam aquela estrela telescópica, percebendo Cristo em todos os lugares. Naquele plano de eterno Natal, de festiva e onipresente Consciência Crística, você encontrará Jesus, Krishna, os santos de todas as religiões, os grandes gurus-preceptores esperando para oferecer-lhe uma divina recepção floral de eterna felicidade. 
Fonte: Paramahansa Yogananda, Meditações Metafísicas

Natal Todo Dia
Um clima de sonho se espalha no ar
Pessoas se olham com brilho no olhar
A gente já sente chegando o Natal
É tempo de amor, todo mundo é igual
Os velhos amigos irão se abraçar
Os desconhecidos irão se falar
E quem for criança vai olhar pro céu
Fazendo pedido pro velho Noel
Se a gente é capaz de espalhar alegria
Se a gente é capaz de toda essa magia
Eu tenho certeza que a gente podia
Fazer com que fosse Natal todo dia
Se a gente é capaz de espalhar alegria
Se a gente é capaz de toda essa magia
Eu tenho certeza que a gente podia
Fazer com que fosse Natal todo dia
Um jeito mais manso de ser e falar
Mais calma, mais tempo pra gente se dar
Me diz porque só no Natal é assim
Que bom se ele nunca tivesse mais fim
Que o Natal comece no seu coração
Que seja pra todos, sem ter distinção
Um gesto, um sorriso, um abraço, o que for
O melhor presente é sempre o amor
                                               

Mas agora é Natal
 Sim é Natal
 Obrigada Deus é Natal 








Somos Sonhos




Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!
Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles.
Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.
A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.
A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.
Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projeta tristeza por toda parte no corpo – a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptiídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lagrimas de alegria.
Todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa encontra uma nova posição.
Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos.

Shakespeare não estava sendo metafórico
 quando Próspero disse: 
“Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos.”                        







O processo de envelhecimento,
 contudo, tem que ser combatido a cada dia.
A ansiedade por causa de um exame acaba passando.
Assim como a depressão por causa de um emprego perdido.
Você quer saber como esta seu corpo hoje? Lembre-se do que pensou ontem
Quer saber como estará seu corpo amanhã? Olhe seus pensamentos hoje!
Ou você abre seu coração, ou algum cardiologista o fará por você!
Deepak Chopra



porque somos



sem tamanho 



somos o que sonhamos



somos e sonhamos o que não vemos



mas a alma nos diz...



NANGBA



Nadja Feitosa

Em tibetano usa-se a palavra

NANGBA, que quer dizer

"pessoa de dentro".

É uma forma de descrever

aqueles que procuram
dentro de si
aquilo que buscam.

"Pessoas de dentro"

Sendo assim devemos cultivar a virtude da paciencia que ao longo do tempo nos levar a concretizar os sonhos idealizados

A paciência tem sido explorada pelas pessoas. 
Há séculos temos a pobreza, e os povos foram aconselhados a apenas serem pacientes – “É um teste de sua confiança em Deus”.
A eles foi apenas dito que fossem pacientes, que “é apenas uma questão de alguns anos e então vocês adentrarão o paraíso”.
A paciência tem sido usada como parte da exploração de povos em todas as áreas, mas ela é uma linda qualidade.
Ser paciente, para mim, significa confiança – confiança na natureza, na existência, em você mesmo.
As coisas estão melhores a cada dia; o que quer que aconteça, a sua paciência encontra algo melhor para você. É uma alquimia muito grandiosa; transforma sofrimento em bênção.
É um grande instrumento em suas mãos; você apenas precisa entender que o instrumento deve ser usado por você, e não pelos outros sobre você.
Há mudanças constantes na vida – a vida é um fluxo.
Heráclito diz: “você não pode pisar duas vezes no mesmo rio”. Eu digo a você: “você não pode pisar nem mesmo uma vez no mesmo rio”. O rio está continuamente se movendo. Há altos, há baixos, há dias e há noites.
A paciência consiste em ver as coisas de forma que tudo se torne uma alegria para você.
Por exemplo, você pode pensar que todos os dias foram encapsulados entre duas noites escuras. Isto lhe trará miséria e tristeza: “oh, que vida, apenas um pequeno dia, e duas grandes noites escuras”. Um homem de entendimento verá cada noite como tão pequena entre dois lindos dias ensolarados.
A vida é a mesma – é a sua perspectiva que muda.
Há pessoas que não olharão para as rosas, e sim para os espinhos. Elas sentirão profundo desespero pelo fato de a existência não produzir rosas sem espinhos, mas estarão prestando mais atenção aos espinhos do que às rosas. Um homem de entendimento amará a rosa, e enxergará o espinho como a proteção da flor.
A mesma roseira está fornecendo seiva a ambos – à rosa e ao espinho. O espinho deve ter alguma função natural. Sua função é proteger a rosa – é um soldado, um guardião.
Uma vez que você veja a vida de um ângulo diferente, seu coração começa a pulsar de um jeito diferente.
Tudo pode ser visto com olhos negativos, e há pessoas que pensarão em tudo desta forma. Elas se tornarão bons críticos, mas serão grandes fiascos na vida. Mas há uma maneira de se ver a vida com olhos positivos.
Eu estava visitando um palácio em Jaipur, na Índia. Jaipur é uma das cidades mais lindas do mundo; o homem que a estava criando, Maharaja Jai Singh, queria superar a beleza de Paris, mas morreu antes de completar o projeto. Então, Jaipur se tornou uma cidade incompleta, mas possuidora de tremenda beleza.
Nenhuma outra cidade indiana possui esta sua qualidade.
No palácio, o neto de Maharaja, que agora tomou o lugar do avô, disse-me: “por favor, não repare se você vir alguma coisa incompleta no palácio”.
Eu disse: “qual o problema”?
Ele disse: “Meu avô tinha uma certa visão de que nada deveria ser feito completo, porque se fosse, teria um certo ar de morte. As coisas deveriam permanecer incompletas, pois assim têm a possibilidade de crescimento. E por coincidência, ele não pôde completar Jaipur; ele morreu.
Esta foi a filosofia de toda a sua vida: ele nunca fez nada completo. Alguma coisa sempre estará faltando, e as pessoas que enxergam com olhos negativos imediatamente notam a coisa que está faltando. O palácio como um todo é tão lindo, mas toda a preocupação destas pessoas se concentra na pequena pedra que está faltando, e elas ficam frustradas.
Talvez Maharaja Jai Singh tinha algum entendimento da vida.
Na vida nada é perfeito, tudo tem alguma imperfeição. Imperfeição significa que a vida ainda está se desenvolvendo, que a evolução ainda está acontecendo.
O dia em que tudo estiver completo será o pior dia da existência, pois neste dia tudo se tornará morto. Não haverá crescimento, não haverá necessidade de evolução; tudo estará confinado. Não olhe para as imperfeições; olhe para a tremenda beleza que circunda as pequenas imperfeições.
É uma mudança de perspectiva que traz paciência a você. Então você entende que tudo é bom, e que tudo será ainda melhor, pois há séculos vem se tornado melhor e melhor.
Não há necessidade de se preocupar com o amanhã; amanhã será melhor. A existência toda está engajada em melhorar a si mesma. Você apenas tem de ser um pouco paciente; você não deve ter pressa.
Você não deve pedir que tudo lhe seja dado agora.
Tudo vem no tempo certo.
Tudo vem quando você está maduro.
Tudo vem quando você merece. Esta é a minha experiência.
Nos últimos trinta anos eu não senti, nem mesmo por um único momento, nenhuma impaciência, e testemunhei que tudo segue se tornando melhor e melhor.
A própria existência está envolvida neste processo; somos parte dela, não há motivos para se preocupar. Mesmo algo que parece escuro hoje pode se revelar apenas o começo de uma nova aurora.
A noite é mais escura logo antes do amanhecer.
Apenas observe a vida. Tente entender a vida, e a paciência virá até você por conta própria.
Osho


Oceano Vital - Huberto Rohden





OCEANO VITAL.

Todos nós conhecemos alguns efeitos da eletricidade, como sejam, luz, calor, força. Mas que é a eletricidade em si mesma? É o pólo positivo ou anódico (+) ? É o polo negativo ou catódico   (-) ? É a reunião desses dois pólos na síntese de luz, calor ou força (+ -)?
Não! Ela é a Tese do Neutro, do pré-positivo e do pré-negativo, o Universal, que, para a nossa percepção é o Nada, precisamente por ser o Todo. Os dois pólos elétricos, são apenas duas manifestações conhecidas de algo desconhecido e imanifesto. Seria absurdo admitir que, antes de o gerador na usina entrar em movimento, não houvesse eletricidade e que o gerador produzisse a eletricidade do puro nada. Na realidade, o gerador produz apenas os dois pólos, positivo-e-negativo do seio imenso do Neutro ou Universal. O que o gerador da usina faz não é criar no nada os dois pólos elétricos, mas sim transformar, separar, dissociar, para a direita e para a esquerda (anodo e catodo) dois elementos que, desde sempre, se achavam contidos no misterioso seio daquele Imanifesto.

De modo análogo, a Realidade do Imanifesto do TODO se revela aos nossos sentidos e à nossa mente na forma de Algos manifestos, espírito e matéria.

No mundo dos seres orgânicos deparase-nos os fenômenos bi-polar do vivo (positivo, anodo) e do morto (negativo, catodo); mas anterior aos indivíduos vivos e indivíduos mortos há a Vida Universal. A Vida Universal, Cósmica, é anterior a qualquer indivíduo vivo ou morto; vivo ou morto são dois derivados da Vida inderivada.

Quando matamos um indivíduo vivo, destruímos um veículo que veiculava uma parcela da Vida Universal, a qual, por isso, deixa de se manifestar através desse canal; mas não destruímos a Vida, que é absolutamente indestrutível. A Vida é a própria realidade.

O nascer e o morrer dos indivíduos assemelha-se ao subir e ao descer das ondas na superfície do oceano; o oceano corresponde à Vida Universal, que não aumenta com o nascimento de um indivíduo vivo, nem diminui com a morte de um indivíduo morto. O Oceano Vital é absoluto, eterno, infinito, imutável - apenas as suas ondas, pequenas ou grandes, os indivíduos - é que surgem e descem, nascem e morrem, entram na zona visível do manifesto, e saem dessa zona submergindo no Invisível e Imanifesto.


Setas Para o Infinito - Huberto Rohden







“Pobre pelo espírito” é aquele que se libertou interiormente de todo o apego a qualquer objeto externo.
“Puro de coração” é aquele que se libertou, não só dos objetos externos, mas, também, do sujeito interno, isto é, daquilo que ele idolatrava como sendo o seu sujeito, o seu eu, embora fosse apenas o seu pseudo-eu, o seu pequeno ego físico-mental.
Quem se libertou dos bens materiais fora dele possui o “reino dos céus”, porque o seu reino já não é deste mundo; rejeitou a oferta do ego luciférico “eu te darei todos os reinos do mundo e sua glória” – mas quem se libertou, também, do maior pseudo bem dentro dele, o seu idolatrado ego personal, esse tem a certeza de “ver a Deus”, verá o verdadeiro Deus, porque olha para além do seu falso eu.
De maneira que ser puro de coração é ainda mais glorioso do que ser pobre pelo espírito; ser interiormente livre da obsessão do ego vivo é mais do que ser livre da escravidão da matéria morta. Aliás, ninguém pode ser realmente livre da matéria morta dos bens externos sem ser livre da ilusão do ego vivo, porque tudo que eu chamo “meu” é apenas um reflexo e uma consequência do meu falso “eu”, o ego físico -mental; se o meu falso eu se tivesse integrado no verdadeiro Eu, que é o Universo em mim, não teria eu necessidade alguma de me apegar àquilo que chamo “meu”, os bens individuais. Enquanto o pequeno eu não tiver em si suficiente segurança interna, necessita de buscar seguranças em fatores externos; mas a segurança interna torna supérflua as seguranças externas; o pequeno eu fez tantos ‘seguros de vida” porque não possui segurança. Age sob o impulso da lei da compensação.
A definitiva integração do pequeno ego físico -mental no grande Eu racional-espiritual é que é pureza de coração, que garante uma visão clara de Deus. Ninguém pode ver claramente o Deus transcendente do universo de fora antes de ver nitidamente o Deus imanente do universo de dentro.
Nas letras sacras — como também nos escritos de Mahatma Gandhi — “impureza” quer dizer egoísmo, e “pureza” significa o oposto, que é o amor universal a solidariedade cósmica. Os demônios, no Evangelho, são constantemente chamados ‘espíritos impuros”, porque são egoístas, tanto assim que procuram apoderar-se de corpos humanos, desequilibrando -os física e mentalmente, só para gozarem de certo conforto pessoal que essa obsessão lhes dá. Esse egoísmo é que é chamado “impureza”.
Gandhi, quando não conseguia fazer prevalecer os seus ideais entre os patrícios renitentes, recorria a um período de “self -purification”, mediante a oração e o jejum, porque atribuía essa falta de força espiritual ao seu egoísmo; para ele, egoísmo era impureza e fraqueza, ao passo que amor era pureza e força.
Certa teologia cristã, quando fala em impureza, entende apenas o abuso dos prazeres sexuais. Estes, certamente, também fazem parte do egoísmo humano, são o egoísmo da carne; mas não são a única nem mesmo a principal zona do egoísmo ou da impureza; todo e qualquer egoísmo é impureza. Os demônios de que o Evangelho nos fala, eram “espíritos impuros”, embora não estivessem sujeitos à impureza sexual. Eram impuros por egoísmo.
O egoísta impuro não pode ver a Deus, que é amor puríssimo. O egoísmo, portanto, a egolatria, equivale a uma cegueira mental. Entre o Deus -amor e o homem egoísta se ergue, por assim dizer uma muralha opaca que intercepta a luz divina. Enquanto o homem não ultrapassar as estreitas barreiras do seu ego personal, está com o s olhos vendados, separados de Deus por uma camada impermeável à luz, que é a impureza do coração. Por mais que um ególatra ouça falar em Deus, nada compreende, porque compreender supõe ser. Ninguém pode compreender senão aquilo que ele vive ou é no seu íntimo ser. Entender é um ato mental, mas compreender é uma atitude vital; entender mentalmente é uma função parcial, unilateral do nosso ego humano — compreender é uma vivência total, unilateral, do nosso Eu divino. Quem não é divino não pode saber o que é Deus. O egoísta é antidivino, e por isso não pode compreender o que é divino, não pode ver a Deus”, antes de adquirir “pureza de coração”.
“Ver a Deus” “ver o reino de Deus”, são expressões típicas que Jesus usa para designar a experiência direta da Realidade eterna, o contato íntimo com ela. Outros creem em Deus — mas só o puro de coração vê a Deus. O simples crer, embora necessário como estágio preliminar, não é suficiente para a definitiva redenção do homem, que consiste na vidência ou visão de Deus. “Bem-aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus”…
Huberto Rohden – o Sermão da montanha

Espiritualidade é um encontro ,
a partir de uma experiencia própria 
uma descoberta pessoal de Deus
que tem como base 
o amor, a fé e a aceitação,
é fonte de inspiração e transformação .


Nunca homem algum curou outro homem.
Nunca remédio algum curou alguém.
Nunca nenhum canal forneceu água para outro canal.



Somente a Fonte do Uno pode fornecer água, SEM ou ATRAVÉS de canais do Verso. Vida e Saúde são atributos exclusivos do Cosmos, do Uno, do Infinito. Se há falta de vida ou saúde no homem, a falta não é do cosmos, mas do homem. O cosmos é imparcial, não falha jamais, não tem preferências nem favoritismos para com ninguém. O médico, o psiquiatra, o curador não podem remover o obstáculo creado pelo doente; mas pode servir de seta indicadora na encruzilhada; podem funcionar como CATALISADORES. Catalisador, na química, é uma substância cuja simples presença fa com que o fator catalisante se modifique a si mesmo. O catalisador é algo parecido com o GURU, o mestre espiritual, cuja simples presença dinâmica beneficia o discípulo. Aura, fluído, graça — palavras usadas por Paul Brunton, por Mouni Sadhu e por muitos outros, para designar a atuação misteriosa que um verdadeiro mestre irradia sobre certos discípulos quando devidamente sintonizados. Dissipam-se as dúvidas, amainam as tempestades, serenam as angústias, em face do poderoso catalisador. 

Esta presença catalisante, porém, deve ser uma presença qualitativa, e não simples presença física do mestre. Deve ser uma presença cosmo-dinâmica, cristo-dinâmica, que se origina por uma cosmo-consciência de alta voltagem, do tipo "eu e o Pai somos um, o Pai está em mim, e eu estou no Pai". O catalisador não age pelo que DIZ, FAZ, PENSA ou QUER conscientemente, em ato, mas, sim, pelo que ele É extraconscientemente, em atitude. A sua atuação catalítica provém do seu íntimo SER, e não do seu externo FAZER. Esse intimo ser revela-se como AURA, FLUÍDO, VIBRAÇÃO, GRAÇA, vibrações não acessíveis aos sentidos nem ao intelecto do homem profano. Estas vibrações — "a graça do mestre" — atuam poderosamente sobre as pessoas que possuam a necessária IDONEIDADE RECEPTIVA. 

"Quando o discípulo está pronto, então o mestre aparece". 

Huberto Rohden - Cosmoterapia: a cura dos males humanos pela Consciência Cósmica


Penso com horror nas minhas preces de outrora,
Quando eu pedia alguma coisa
Vida, saúde, prosperidade e outros ídolos
Como se algo houvesse de real,
Fora de ti, meu Deus,
Realidade única, total, absoluta!

Como se em ti não estivessem contidas
Todas as coisas do universo!...

Como se todos esses pequenos "realizados"
Não fossem reflexos de ti, o grande "Real"!...

Tamanha era a minha ilusão dualista,
Que eu julgava poder possuir algum efeito individual
Sem possuir a Causa Universal!...

Hoje morreu em mim toda essa idolatria,
Esse ilusório dualismo objetivo.

Redimido pela verdade libertadora,
Sinto, hoje, nas profundezas do meu Ser,
O grande monismo do Universo.

Hoje, o alvo das minhas orações
És tu, Senhor, unicamente tu.

Hoje, sei e sinto que, possuindo a ti,
Possuo em ti todas as coisas
Que de ti emanaram,
E em ti ficaram.
..




Todas as coisas que, por mais distintas de ti,
São todas iminentes em ti.

Porque tu és a eterna Essência
De todas essas Existências temporárias.

Hoje não quero mais nada
Senão a ti somente, Senhor,
Porque em ti está tudo
Que, fora de ti, parece existir.

E, porque assim te amo, Senhor,
Amo também tudo que é teu,
Tudo que, disperso pelo cenário cósmico,
Veio de ti,
Está em ti,
Voltará a ti.

Revestiu-se de mística sacralidade
O meu antigo amor profano,
Desde que vejo o Deus do mundo
Em todas as coisas do mundo de Deus.

E o pecado das minhas orações de outrora
Foi remido pela verdade da minha prece de hoje.
(Huberto Rohden)