Deserto d'alma


'' Vemos  com o tempo
 que é preciso fazer 
florir o deserto
que a vida nos dá.

Procuramos lugares para diversão,
tais como parques, praias, cinemas , etc... 
Procuramos lugares para descansar,
tais como hotéis fazenda, spas, camping, etc..
Procuramos lugares para se apoiar,
lugar de orar, lugar de estar presente...
tais como igrejas, centros de recuperação, células, etc...

Mais ninguém procura um deserto, pois o deserto é um lugar árido e cheios de extremos, muito quente na parte do dia e muito frio na parte da noite, o deserto te desconecta do mundo, lá você não tem luxo, tudo é muito complicado de se obter, então no deserto ninguém quer ir ou ficar.

Mas o deserto é um lugar de conhecimento, pois o povo nômade que vive no deserto aprende com o próprio deserto a viver conforme os perigos oferecidos por lá, aprende a andar, a se portar, a se vestir, a encontrar agua, alimento, aprende a cultivar, aprende a entender os próprios limites.

“Num deserto de almas também desertas,


uma alma especial 

reconhece de imediato a outra.”

"- Mas não seria natural.

- Natural é as pessoas 

se encontrarem e se perderem.

- Natural é encontrar. Natural é perder.

- Linhas paralelas se encontram no infinito.

- O infinito não acaba. O infinito é nunca.

- Ou sempre. "

. Caio Fernando
é preciso fazer florir o deserto
que a vida nos dá.
É preciso fazer
nascer coragem
onde só há medo.

É preciso criar sorrisos,
mesmo quando
as lágrimas teimam 
em se fazer presentes.
É preciso falar de amor,
mesmo
em um tempo de guerras. '

Há dias em que nada parece dar certo,

já acordamos sem saber direito porque levantar,

a luta entre o nosso querer e o dever é enorme,

a fé se perde no desânimo, a dor se espalha,

e viver é como subir uma montanha com pouco ar,

cada passo é um peso, cada dia uma luta.

Ouve alma querida:

mesmo no deserto mais terrível existem oásis,

lugares onde as árvores crescem frondosas,

onde a água tão rara é abundante,

e os homens podem se refazer da longa jornada.

Por que na nossa vida seria diferente?

Não se fixe no problema, existem mil portas,

mil caminhos para buscar, mil lugares para conhecer,

milhares de pessoas para “reconhecer”,

novos amigos, novo amor, novos sabores,

descobrir “oásis”, novos poços, eis a sua missão,

sair da tristeza e da decepção e enfrentar o caminho.

Vem, vamos juntos nessa estrada,

que pode parecer deserta e seca,

mas logo ali, logo a frente,

um oásis te espera, para fazer uma festa,

transformar a sua vida em um jardim,

onde a mais bela flor, ainda é você.

O que torna belo o deserto é que ele esconde um poço em algum lugar.

(Saint-Exupéry)
Paulo Roberto Gaefke
Que teu deserto na alma te guie  a matar a sede no oásis do ser absoluto...
Que em teus desertos 
desabrochem fontes que jamais pudeste esperar....
Fontes de luz, de entendimento, de coragem
Fontes que justifiquem a secura de tantos dias...
O torpor, a tristeza, a revolta...
Que não sejam para a morte tuas chagas
Mas que com elas aprendas valores esquecidos
E despertes livre, a cada dia, 
de mais um elo das correntes que te prendem....
Que o medo seja um desses elos partidos...
O desânimo, a ingratidão, a angústia, 
a ansiosa ignorância igualmente...
Que tu renasças de cada deserto dessa vida...
Puro, forte, maleável, sábio!
Mil vezes revirado...como barro bom, 
nas Mãos do Grande Oleiro.
Barro excelente...matéria prima de alta qualidade.
Para o feitio de dias melhores...
Muito melhores!

Gi Stadnicki
  

Em um deserto as coisas são dificeis, piorando,
com situações inóspitas:
uma tempestade de areia e acabar por nos cegar,  
miragens a nos enganar, o sol é escaldante e nos perturba,sedentos a exaustão. 
Assim é o deserto espiritual, quando nos achamos nessa situação(de deserto d'alma) as tempestades são maiores, e as miragens que nos são impostas parecem cada vez mais reais. Perturbando-nos emocionalmente.

São nessas horas que sem equilíbrio nos desesperamos,e muitas vezes caimos na armadilha brilhante das miragens do mundo como:o alcool, sexo, drogas,jogos etc.Continuamos com a miragem  em  um deserto, como cegos. Em momentos assim vemos somente a miragem,porque está em nossa mente,o veu de ilusões(escravos do corpo, da mente, de sentimentos,paixões,vicios).Mas não está em nosso coração, em nossa alma.O deserto da vida,deserto material, não é diferente do deserto espiritual.Acaso  estivermos  vivendo um deserto temos que entender o aprendizado, a experiencia; e saber da experiência, advem uma força descomunal.Aprendendo,com o suor,o desconforto, a sede teremos a esperança, humildade,e sabedoria. 

Pois o deserto é lugar de auto conhecimento, aprendemos a lidar com nossos limites.Aprendemos que estamos sedentos , de Amor Aprendemos que dependemos da Agua viva do Oceano abundante Deus,O absoluto a nos conduzir  em tudo.
Onde e como estejamos                                  entreguemo-nos a este amor
incomensurável.  
Nadja Feitosa

Postar um comentário